Dúvidas sobre o Big Linux

Olá caros colegas.

Por meio do DistroWatch cheguei até o site do Big Linux.

Eu gostaria de iniciar agradecendo ao Bruno Gonçalves Araujo por criar, desenvolver, manter e distribuir o Big Linux gratuitamente.

Salve! Salve! A inteligência e expertises de Brasileiros.

Vida longa ao Big Linux!

Por favor, nunca deixem acontecer com o Big Linux o que aconteceu com o Kurumim e com tantas outras distros Linux, já viram a lista de distros Brasileiras descontinuadas ?https://distrowatch.com/search.php?ostype=All&category=All&origin=Brazil&basedon=All&notbasedon=None&desktop=All&architecture=All&package=All&rolling=All&isosize=All&netinstall=All&language=All&defaultinit=All&status=Discontinued#simple

Ou a lista de distro Brasileiras dormentes?

E a pior lista de todas, das distros Linux descontinuadas https://distrowatch.com/search.php?ostype=All&category=All&origin=All&basedon=All&notbasedon=None&desktop=All&architecture=All&package=All&rolling=All&isosize=All&netinstall=All&language=All&defaultinit=All&status=Discontinued#simple.

Eu imagino a quantidade de usuários órfãos que ficaram sem a sua distro Linux preferida.

É terrível ver tanto trabalho que foi jogado fora, os criadores e desenvolvedores poderiam doar para a comunidade a distro para que a comunidade o mantivessem.

Agora é a parte deste tópico, gigante, que peço, por favor, para vocês me ajudem.

1 - Qual é a especificação mínima de hardware (Processador e Memória RAM) e qual é a recomendada para rodar o Big Linux em modo gráfico?

Estão corretas as especificações informadas no link: biglinux.com.br/Download/

"Configuração mínima

Processador de 64 bits Intel ou AMD ou compatível
2 GB de memória RAM
8 GB de espaço de armazenamento

e

Configuração recomendada

Processador de 64 bits Intel ou AMD ou compatível
4 GB ou mais de memória RAM
40 GB ou mais de espaço de armazenamento"

Para mim são equivalentes aos requisitos de sistema do Windows 7. O que é muito ruim …

É que o meu principal objetivo é de reutilizar computadores / notebooks doados ou descartados que possuem cerca de 512MB até 2 GB de memória RAM, com tecnologia DDR1 ou DDR2, processadores Intel: Pentium IV, Celeron, Atom e processadores AMD: Athlon, Duron e etc.

Como vocês já conhecem a realidade no Brasil saberão o por quê das minhas dúvidas abaixo, devido a internet ruim, lenta, falha na conexão e etc. Eu só baixo programas e qualquer ISO via gerenciador de download, sem o gerenciador, tudo que eu baixo vem corrompido.

2 - É possível fazer somente o download dos pacotes com um computador (com qualquer sistema operacional BigLinux ou Windows) conectado na internet, via pendrive ou CD/DVD copiar todos os pacotes para os outros computadores sem acesso a internet e instalar manualmente os programas?

3 - O Big Linux consegue executar os programas em formato “.AppImage”?

4 - Por acaso teria uma versão do Big Linux que exige menos processamento e menos memória?

Estou lutando contra a obsolência programada ou forçada de tecnologia que ainda funcionam e que podem ter utilidade ou serem reutilizadas por outras pessoas.

Desde já agradeço pela atenção.

Muito Obrigado!

marcelocripe

Olá Marcelo,

verifiquei que o Leandro Ramos instalou o Big Linux 19.04 num notebook modesto:

Desktop Positivo “3D”
Atom D525
2GB DDR3
160GB HDD

Pelo que vi, ele teve um desempenho bem responsivo usando o LXQT. segue o link:

Abraços e sucesso no sua empreitada.

Não recomendo mais o uso do LXQT no Big, nem a versão 19.04.

Para a versão 19.10 consegui chegar a algumas otimizações do KDE que tornaram o desempenho similar ao LXQT, então na versão 20.04 existem 3 opções de desempenho, a Performance é a que mais se assemelha a LXQT, porém a Desempenho em geral é o suficiente.

Inclusive enviei parte das melhorias para o pessoal do KDE que aceitou as mudanças.

2 Curtidas

Olá a todos e passando aqui minha vasta experiência em PCs modestos.

Meus caros @marcelocripe e @advogado_davidaguiar, desde o tempo do BigLinux 4, sempre tive máquinas assim mais modestas de que muitos usuários até porque fiquei encantado com o que o sistema GNU / Linux pode fazer em máquinas obsoletas.

Hoje mesmo olhem essa máquina aqui:

[email protected]:~$ inxi -CGm
Memory:
RAM: total: 1.84 GiB used: 890.4 MiB (47.3%)
RAM Report: permissions: Unable to run dmidecode. Root
privileges required.
CPU:
Topology: Dual Core model: Intel Celeron J1800 bits: 64
type: MCP L2 cache: 1024 KiB
Speed: 1335 MHz min/max: 1333/2582 MHz
Core speeds (MHz): 1: 1333 2: 1333
Graphics:
Device-1: Intel Atom Processor Z36xxx/Z37xxx Series
Graphics & Display
driver: i915 v: kernel
Display: x11 server: X.Org 1.20.8 driver: modesetting
unloaded: fbdev,vesa resolution: 1366x768~60Hz
OpenGL: renderer: Mesa DRI Intel HD Graphics (BYT)
v: 4.2 Mesa 20.0.8
[email protected]:~$

Como podem notar é um Atom

Ou de forma gráfica:

Aqui neste PC as vezes ativo os efeitos como cubo, lâmpada mágica, despedaçar janelas, etc.

Ou seja, o que o B. Gonçalves diz acima é mais ou menos (um resumo do Creto) o KDE do BigLinux é comprovadamente mais leve que muitas distros com Xfce por ai afora.

E ainda mais que ele (o Bruno) criou o BigLinux com um software em especial o botão “anti-creto” kkk

T+

Dr. David, Bruno e Creto.

Agradeço por responderem.

Doutor, obrigado e por me indicar o vídeo.

Bruno,
É muito bom poder ter contato direto com o criador do sistema operacional BigLinux.

A escrita correta é BigLinux ou Big Linux?

Eu consegui encontrar a página http://biglinux.c3sl.ufpr.br/releases/ da UFPR.

[ ] BigLinux-20.04-beta-23.iso 2020-06-01 05:09 2.6G
[ ] BigLinux 7.10.iso 2017-10-25 00:46 1.8G
[ ] BigLinux 19.04.1.iso 2019-08-22 10:54 2.3G
[ ] BigLinux20.04-beta21.iso 2020-05-19 05:02 2.5G
[ ] BigLinux_7.10.iso 2017-10-25 00:46 1.8G
[ ] BigLinux_19.04.1.iso.torrent 2019-08-23 22:51 91K

No vídeo do Leandro Ramos, será que ele testou com o BigLinux 19.04.1.iso?

Ele mostrou consumo de memória de ambiente gráficos diferentes: -KDE Plasma 431 MB (free -h) ou 390 MB (monitor de sistema);
-LXQT 344 MB (free -h) ou 300 MB (monitor de sistema).

Kernel do Ubuntu ou Kernel do Xanmod8, qual devo usar para computadores com placa mãe muito mais antigas do que o computador que ele usou no vídeo? Ou melhor qual é o que possui maior compatibilidade?

A formatação do HD indicada deve ser com o sistema de arquivos Btrfs?

Creto, agradeço pela gentileza por postar o resultado do comando $ inxi -CGm, eu não sei se você aplicou o comando logo quando o computador ligou ou se já haviam outros programas abertos, pelas características acredito que seja memória DDR2, mas se o comando foi aplicado logo quando o computador ligou, o consumo de 47.3%, ou quase a metade, é um consumo muito elevado, para poder salvar computadores que na sua maioria possuem placas mães com tecnologia de memória RAM DDR 1 e cerca de 512MB até 2GB, todo megabyte que for economizado pelo sistema operacional poderá ser melhor usado para executar os programas aplicativos.

Bruno eu devo testar a ISO http://biglinux.c3sl.ufpr.br/releases/BigLinux-20.04-beta-23.iso, esta é a versão mais atual?

Você indicou para usar o KDE. Após a instalação será possível configurar o sistema para remover efeitos e outro recursos que consomem memória?

Eu me comprometo a postar o resultado do teste de instalação aqui no fórum, mas eu preciso de ajuda com as minhas dúvidas.

Obrigado.

marcelocripe

1 Curtida

Sim, utilize a versão beta 23, a escrita correta é sem espaço BigLinux.

Recomendo utilizar Btrfs, o teste do Leandro foi com o 19.04.1, que o KDE não estava ainda otimizado para hardware mais fraco.

Sobre desativar efeitos, você pode fazer no Big ou qualquer outra distro com KDE, de toda forma ao selecionar o modo performance automaticamente não sobra praticamente nada para desativar.

No caso de 1 Gb de RAM ou 512 Mb, não tem muito o que fazer, talvez uma distribuição muito minimalista como o Slax ou algo ainda menor, porém, ainda assim vai ser um sistema muito limitado, esse tipo de configuração atualmente não funciona bem nem para Smartphone, chega uma hora que é mais prejuízo manter um hardware muito obsoleto do que aposenta-lo, já que qualquer tarefa que for executar vai demorar demais e no fim o tempo perdido não compensa.

2 Curtidas

Apesar da sobrevida que o linux garante à máquinas com hardware antigo, chega a hora inevitável do desmonte.

Lembro que tive dificuldades de enconstar o meu primeiro pc. Era um K6-III, e eu adorava ele. Foi nele que usei linux pela 1a vez (mandrake, que veio numa revista chamada PC Master). Nele também usei o Kurumin 2.13. Creio que teve uma sobrevida de uns 03 anos, até que sofreu “falência múltipla de órgãos” (HD foi p/ saco, placa mãe intermitente, fonte de energia comprometida).

Há dois anos tentei reutilizar um laptop com proc atom e 2GB ram, que foi da minha esposa. Utilizei o Puppy linux e tive bons resultados (na época ainda não usava o BigLinux), chegando até a redigir alguns trabalhos nele. Mas quando começou a ficar sofrível, entendi que estava na hora de aceitar as limitações do hardware e hoje só utilizo ele como videogame (emulador de SNES).

De qualquer forma, o linux sempre desempenhou um ótimo papel com máquinas obsoletas que utilizamos, seja por hobby, seja por necessidade, mas das quais temos que nos separar um dia, por força da temporariedade das coisas.

1 Curtida

Meu caro @advogado_davidaguiar, vejo que além de ser um dos primeiros “paraense” a eu ver por aqui, já fiz sim uma vasta busca por paraenses usando Linux e seus fóruns, salas de aulas, como sempre costumo chamá-los.

Fora eu, um solitário paraense, tinha um grande cara que manteve uma distro…, (ai massa quase encefálica) esquecida…, bem conversei com um velho amigo do fórum do BigLinux lá por volta (lembrei)…, o DreamLinux do paraense da FAB, Nelson Gomes da Silveira vide um amigo próximo dele falando do DreamLinux mensagem 3 e 5 >>> Para ler acesse aqui <<<

Parece que aqui no Pará a notícia chega mais tarde he he he

T+

1 Curtida